Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021

Marginal do rio Pinhão vai ser requalificada

A Câmara Municipal de Alijó e a Junta de Freguesia do Pinhão estão empenhadas num projecto de recuperação e requalificação da marginal do rio. Tornar o espaço aprazível e com novas funcionalidades turísticas é o objectivo desta iniciativa, prevista, já, na elaboração do Plano de Pormenor, para esta zona da vila. O espaço a abranger […]

-PUB-

A Câmara Municipal de Alijó e a Junta de Freguesia do Pinhão estão empenhadas num projecto de recuperação e requalificação da marginal do rio. Tornar o espaço aprazível e com novas funcionalidades turísticas é o objectivo desta iniciativa, prevista, já, na elaboração do Plano de Pormenor, para esta zona da vila.

O espaço a abranger situa-se na margem esquerda, entre as pontes ferroviárias da Linha do Douro e a rodoviária que liga ao concelho de Sabrosa.

Segundo o Presidente da Junta de Freguesia do Pinhão, Pedro Perry, “se tudo correr bem, alguns trabalhos previstos poderão avançar já em 2008. A consolidação das margens, alargamento, pavimentação e a electrificação do local avançarão, desde logo” Para o mesmo local, estão também previstas outras duas obras, de grande interesse turístico. A criação de uma fluvina, para barcos de recreio, e a construção de uma área para autocaravanas. Para a concretização da primeira obra, decorrem, neste momento, contactos entre a Junta de Freguesia do Pinhão e o Instituto Portuário dos Transportes Marítimos, IPTM, estando já feitos alguns levantamentos do terreno marginal. Em relação ao parque para autocaravanas que ficará situado a montante da ponte rodoviária para Sabrosa, decorrem, neste momento, negociações entre a Câmara Municipal de Alijó e o proprietário do terreno, com vista à sua aquisição.

 

Jmcardoso

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.