Quarta-feira, 5 de Outubro de 2022

Mogadouro alarga transporte gratuito

O município de Mogadouro alargou de “forma substancial” o apoio aos doentes do concelho, através do transporte gratuito para consultas ou exames de diagnóstico para todas as especialidades médicas, disse hoje à Lusa o presidente da autarquia.

-PUB-

“Até ao início do nosso mandato só se fazia o transporte para doentes oncológicos, para as unidades do Instituto Português de Oncologia (IPO). Agora, decidimos alargar este serviço de transporte aos doentes, de forma gratuita, para efetuarem consultas de todas especialidades ou exames médicos dentro dos hospitais e clínicas públicas ou privadas dos distritos de Bragança, Porto e Vila Real”, explicou o autarca deste município do distrito de Bragança, António Pimentel.

De acordo com o autarca, como em Mogadouro não há consultas, para a realização de exames de especialidade, a não ser hemodiálise, os serviços de transporte serão gratuitos e alargados, e a todos os escalões sociais e faixas etárias.

“Estou certo de que 99% do recurso a consultas e exames de especialidade clínica acontecem em hospitais e clínicas dos distritos de Bragança, Porto e Vila Real, que abrange, praticamente, a totalidade das necessidades dos utentes deste concelho”, vincou António Pimentel.

De acordo com os serviços autárquicos, só nos últimos três meses foram transportados para Bragança, Porto e Vila Real mais de uma centena de doentes para consulta e exames complementares de diagnóstico, sendo que mais de 90% foram transportados para hospitais e clínicas da área do Grande Porto.

Este serviço é um serviço que a autarquia disponibiliza “de forma permanente”, pelo que o reforço financeiro é efetuado “sempre que necessário” e mediante as necessidades e número de viagens dos diversos utentes.

Este serviço é assegurado pelos Bombeiros de Voluntários de Mogadouro, através de viaturas específicas de transporte de doentes não urgentes.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.