Quarta-feira, 18 de Maio de 2022

Mogadouro atribui bolsas de estudo a alunos carenciados do ensino superior

O município de Mogadouro, no distrito de Bragança, vai atribuir bolsas de estudo aos alunos que residam no concelho que frequentem o ensino superior e que integrem agregados familiares economicamente carenciados, disse hoje o presidente da câmara

“A atribuição destas bolsas de estudo vai contribuir para minimizar o esforço de muitas famílias e conferir uma maior estabilidade psicoemocional ao estudante, criando-lhe melhores condições para prosseguirem o seu percurso académico”, explicou António Pimentel.

De acordo com o autarca, nos últimos anos verificou-se uma forte intervenção das autarquias no desenvolvimento local e na opção por medidas de caráter social com o intuito de melhorar as condições de vida das populações e de contribuir para o seu desenvolvimento integral.

“O capital humano e cultural sobrepõe-se a qualquer outra herança ou riqueza, tendo em conta a sua capacidade criativa e de adaptação constante”, vincou. Deste modo, o crescimento e o desenvolvimento “ficam mais protegidos quando a área da educação é encarada como fator determinante que constitui uma das prioridades de intervenção ao nível das políticas sociais locais”, acrescentou.

“O desenvolvimento territorial e a coesão social determinam a adoção de medidas que garantam a igualdade de oportunidades e promovam o desenvolvimento de competências pessoais, sociais e profissionais”, explicou António Pimentel

A Câmara de Mogadouro, no âmbito da sua ação social e de educação, elaborou um regulamento que regula a atribuição de bolsas de estudo a estudantes do concelho que se encontrem a frequentar o ensino superior e que sejam economicamente desfavorecidos, com o objetivo de reduzir as dificuldades socioeconómicas e de contribuir para o desenvolvimento educacional e para a elevação cultural do concelho de Mogadouro.

“O valor da bolsa de estudo é variável, sendo calculada com base no valor da bolsa de estudo que for atribuída ao estudante pelos Serviços Sociais do respetivo Estabelecimento de Ensino Superior”, indica o regulamento consultado pela Lusa.

O diploma dita ainda que o valor máximo da bolsa de estudos a atribuir é de 25 % do valor da bolsa atribuída pelo estado. O complemento de alojamento recebido por alguns estudantes não entra para o cálculo do valor da bolsa atribuída pelo Município de Mogadouro, sendo tido em conta apenas o montante da Bolsa de estudo atribuída pelo respetivo estabelecimento de ensino

A atribuição desta bolsa é cumulativa com outras bolsas ou subsídios concedidos por outras instituições ou entidades. O valor da bolsa de estudo é atribuído durante nove meses, com pagamentos trimestrais.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

Homem encontrado morto em casa

PREMIUM

Um lar a que todos chamam casa

Homem morre em colisão

Homem morre afogado em Valdanta

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.