Quarta-feira, 29 de Maio de 2024
No menu items!

Mostra de Teatro do Douro arranca esta semana em Carrazeda de Ansiães

Nove espetáculos, sete concelhos e dois distritos integram a programação do festival

-PUB-

Carrazeda de Ansiães marca o arranque da edição catorze da Mostra de Teatro do Douro com a comédia “Dois é Bom, Três é Demais” do Getepepe – Teatro Perafita já este sábado a partir das 21h30, num certame que irá até dia 1 de junho e percorrerá sete concelhos e dois distritos com nove espetáculos.

A XIV Mostra de Teatro do Douro começa como acabou a XIII edição, com o Getepepe. A ponte entre estas duas edições não podia ser mais perfeita. Em 2024, o festival que se realiza desde 2009 irá visitar, além de Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Santa Marta de Penaguião, Mesão Frio, Alijó, Pegarinhos, Sabrosa, Pinhão e termina na Régua. Para o espetáculo de encerramento está reservada a estreia nacional de “O Vison Azul”, o novo trabalho do Teatraço – Teatro Amador de Tabuaço.

Para este sábado, estão prometidas boas gargalhadas no auditório do CITICA com as peripécias passadas numa casa com personagens muito curiosos e que terminará com as preces à Senhora da Boa Hora ou não fosse o grupo oriundo de Matosinhos.

A comédia está, contudo, prometida para os nove espetáculos do certame embora com diferentes estilos que vão desde os clássicos ao teatro de revista, passando por abordagens mais populares. Na generalidade, os textos são originais dos próprios grupos ou adaptações de textos dos séculos passados. A evocação dos 50 anos do 25 de abril também não passa ao lado do festival que, com a comédia “Reich Parta!”, em cena dia 27 de abril em Mirandela, fará uma reflexão sobre os tempos de repressão vividos por altura da II Guerra Mundial.

Para Luís Almeida, Presidente da Direção da Associação Vale d’Ouro, o cartaz deste ano é “um dos melhores de todos os tempos” com a particularidade de contar com uma estreia nacional “o que muito nos orgulha pela confiança demonstrada pelo Teatraço no nosso festival e ter-nos escolhido para o lançamento do seu novo trabalho”. Mas o responsável pela instituição, que desde o primeiro dia promove este festival, não hesita em avaliar positivamente todas as peças: “os nossos grupos não profissionais já deram muitas provas, este festival é a oportunidade de eles subirem aos grandes palcos, mas não pode ser a única”. O dirigente associativo revela ainda alterações ao formato: “estamos a sistematizar a forma como queremos que este festival se realize nos próximos anos e esta edição tem já algumas das características que queremos ver doravante, se a edição XV for uma realidade, trará surpresas no formato. Queremos que a Mostra de Teatro do Douro chegue onde a cultura não chega tantas vezes, queremos que chegue aos grandes palcos e vamos querer que chegue a outros locais da região”.

A XIV Mostra de Teatro do Douro percorre o vale encantado do Douro entre 20 de abril e 1 de junho e todas as informações podem ser consultadas em www.associacaovaledouro.pt ou nas redes sociais.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS