Sábado, 21 de Maio de 2022

Murça SC equipado com desfibrilhador automático

O Murça Sport Clube foi premiado com um Desfibrilhador Automático Externo (DAE), numa campanha solidária promovida por uma empresa local

A campanha foi pensada para “fazer a diferença”, junto de atletas e alunos, em que a escolha coube aos clientes, amigos e seguidores de uma empresa local.

O responsável pela empresa, Francisco Vilela, explicou que o objetivo desta doação é que a instituição, neste caso o Murça SC, “forme técnicos para dar suporte à utilização do equipamento, formação que pode ser obtida junto dos Bombeiros Voluntários de Murça”.

Apesar de desejar que nunca seja utilizado, mas, por prevenção, Francisco Vilela revela que decidiram “doar um desfibrilhador a uma das instituições que tem a seu cargo alunos e atletas, mas também pode servir a comunidade em geral.”

Face aos casos a nível desportivo e aos impactos que podem surgir da pandemia, “faz mais sentido do que nunca a existência de um equipamento deste género”, acrescenta.

O Murça SC foi quem mais imagens teve partilhadas nas redes sociais (até ao dia de Reis) e teve assim direito a receber o desfibrilhador, com bateria, placas de adulto, mala de transporte e um kit adicional de placas pediátricas para crianças.

A entrega do equipamento aconteceu no domingo, antes do jogo frente ao Valpaços.
O presidente do clube, Nélson Rede, confessou que já tinham pensado em adquirir um desfibrilhador, porque “todos os clubes deveriam ter um para eventuais problemas que possam surgir”.

Aproveitou para agradecer à empresa, acrescentando que o Murça SC já tem duas pessoas formadas que sabem utilizar o desfibrilhador, assim como alguns atletas. No entanto, “um elemento dos bombeiros voluntários irá fazer uma formação em breve no clube”.

O dispositivo é portátil e pode ser levado com as equipas para qualquer lado.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.