Segunda-feira, 18 de Outubro de 2021

O alimento da indignidade

1- Haverá coisa pior do que matar uma pessoa? Matar uma pessoa em tempo de paz e não de guerra? Matar uma pessoa só porque a alguém isso apetece? Por incrível que possa parecer, há! Há ainda pior.

-PUB-

Em tempos, perto do lugar em que vivo, alguém transportou num automóvel o corpo morto de uma mulher de 26 anos de idade que despejou na valeta da Estrada Nacional 2. Foi de noite (além de assassino quem a matou também é cobarde, escondendo-se no escuro) e a mulher prematuramente roubada à sua vida só foi descoberta na manhã do dia seguinte.

Terrível o corpo de um ser humano ser atirado para o lixo. Violência e indignidade.

Em Serzedo, também o corpo de uma outra mulher (esta de 74 anos de idade) foi encontrado dentro de um contentor. Tinha um saco enfiado na cabeça. Que se saiba, são desconhecidas as razões que levaram ao assassinato da idosa.

No

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas | opinião

O povo é quem mais ordena

Ferrovia Boas Notícias

Beneficiou da Moratória?

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.