Segunda-feira, 2 de Agosto de 2021
©Carolina T. Lopes

“Onde houver um barrosão, há gente de palavra”

Montalegre celebrou, a 9 de junho, os 748 anos de municipalidade com um programa recheado de iniciativas, da qual se destacou a condecoração de dois “filhos da terra”. Uma data festiva que foi aproveitada para refletir sobre o atual momento que o concelho atravessa

-PUB-

As festividades tiveram início na Praça do Município com o habitual hastear da bandeira, a guarda de honra pelos Bombeiros Voluntários de Montalegre e Salto e com a atuação da Banda de Parafita.

De seguida, foram inauguradas as instalações do Arquivo Municipal de Montalegre, que será também a sede da Casa do Conhecimento de Montalegre, da Rede de Casas do Conhecimento da Universidade do Minho e onde, até 31 de dezembro, estará patente a exposição “Forais e Cartas de Aforamento do Barroso – Documentos Históricos de Governação”. Um investimento superior a um milhão de euros, no sentido de construir uma base de apoio à atividade cultural.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.