Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Queda de árvore causa danos em viaturas

Uma árvore de grande porte caiu, esta quarta-feira, junto ao Mercado Municipal de Vila Pouca de Aguiar, causando danos em algumas viaturas. Vento forte poderá estar na origem da queda.

Pelo menos três carros ficaram danificados na sequência da queda de uma árvore, em Vila Pouca de Aguiar.

André Machado, proprietário de uma das viaturas, foi apanhado de surpresa. “Eu estava em casa, um colega telefonou-me,disse que tinha caído uma árvore e que o meu carro tinha ficado debaixo”.

Aconteceu tudo por volta das 12h30 e “as autoridades competentes vieram logo, como a Proteção Civil e elementos da câmara municipal, e pediram os documentos do carro para dar andamento ao processo. A informação que tenho é que vão responsabilizar-se pelo que aconteceu”, conta.

A zona é bastante procurada, principalmente em dia de mercado, como era o caso. E o pior podia ter acontecido porque “quando isto aconteceu, uma senhora tinha acabado de descer as escadas”, refere uma popular, ali ao lado.

O vento forte que se tem feito sentir na região, e principalmente em Vila Pouca de Aguiar, poderá estar na origem da queda da árvore, centenária e de grande porte. “Tudo leva a crer que o vento foi o grande responsável pelo que aconteceu”, refere Filipe Nascimento, vereador da câmara municipal.

“Na sequência da queda de uma outra árvore, há relativamente pouco tempo, a autarquia encomendou um estudo que detetou alguns problemas, pelo que fomos aconselhados a proceder à poda e abate de algumas árvores”, adianta o autarca.

Relativamente às viaturas afetadas, “iremos fazer participação ao seguro do município, assumindo a responsabilidade dos danos”, conclui.

Dos três carros afetados, um deles irá, provavelmente, para a sucata, tendo em conta os danos que sofreu, sendo que não há registo de feridos.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.