Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021
©DR

Residência Sénior do Hospital Privado abre portas em julho

Com capacidade para 72 utentes, a Residência Sénior do Hospital Privado de Chaves está prevista abrir à população em julho e irá disponibilizar um novo conceito de alojamento residencial através de quarto modelo.

-PUB-

De acordo com os dados mais recentes do diagnóstico sociodemográfico do Alto Tâmega, por cada 100 pessoas em idade ativa existem 50 idosos com dependência total. Assim, as estruturas residenciais para pessoas idosas assumem um papel de extrema importância.

Com abertura prevista para o mês de julho, a Residência Sénior do Hospital Privado de Chaves tem como prioridade a qualidade de vida do utente e a tranquilidade da família, com um serviço orientado para proporcionar um envelhecimento ativo e saudável, com todos os cuidados de saúde a segundos de distância.

Não visa apenas assumir-se como suporte à população mais dependente, mas sobretudo identificar-se como um espaço de alojamento residencial para pessoas perfeitamente autónomas que procuram a tranquilidade e conforto de uma estrutura residencial, onde apenas precisará de se preocupar em ser feliz e fazer o que mais gosta.

Com mais de 3.000 m² de construção, 42 quartos (individuais e duplos) equipados com TV, Internet e casa de banho privativa, oferece também várias zonas de lazer e conforto, como sala de refeições, salas de convívio e atividades, salão de cabeleireiro/barbeiro, terraços, entre outras valências.

Contará ainda com vários serviços, como apoio médico e de enfermagem, fisioterapia, psicomotricidade, nutrição e terapia ocupacional.


Para mais informações, marcações de visitas ou pré-reservas:

276 400 200 ou 938 721 401

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.