Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

“Seca extrema” obriga a usar camiões para abastecer barragem

A barragem de Fontelonga está com 30% da capacidade, menos de metade do volume habitual nesta altura do ano. O anúncio foi feito por João Gonçalves, presidente da Câmara de Carrazeda de Ansiães.

Segundo o autarca, a água que existe na barragem “dá até outubro”. Por isso, está a ser preparado um plano de contingência que contempla, entre outras medidas, a utilização de camiões-cisterna para transportar água para a barragem, uma medida que vai ser posta em prática a partir do mês de julho.

O concelho de Carrazeda de Ansiães, bem como todo o distrito de Bragança, fazem parte das regiões que se encontram em “seca extrema”, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, sendo que o município está a trabalhar para que “no verão, não falte água à população”.

Do plano de contingência fazem ainda parte ações de sensibilização da população para a poupança e bom uso da água, existindo a possibilidade de penalizar quem cometa abusos. Entretanto, a autarquia já começou a adotar medidas de prevenção como a rega de jardins com fontes alternativas e o encerramento dos balneários das piscinas municipais descobertas.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.