Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Selecionador Jorge Braz vai ser distinguido pela UTAD a 18 de outubro

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai atribuir o Doutoramento Honoris Causa ao atual selecionador nacional de Futsal, Jorge Braz, como forma de reconhecimento do seu “grande exemplo de dedicação e sucesso”.

PUB

A UTAD anunciou que a cerimónia está agendada para 18 de outubro e terá lugar na Aula Magna.  

O reitor Emídio Gomes sublinhou que Jorge Braz “destaca-se no desporto português e internacional, sendo um grande exemplo de dedicação e sucesso”, adiantando que as suas conquistas ao serviço da Seleção Nacional de Futsal revelam a sua “capacidade de liderança, de superação e de motivação. É, por isso, uma figura que deve inspirar toda a nossa academia e é justo que o Jorge Braz possa colocar no seu currículo este prestigiante título honorífico da UTAD”.

Foi graças a Jorge Braz que a equipa da Associação Académica da UTAD venceu, pela primeira vez, o Campeonato Nacional Universitário de futsal masculino, na temporada 2001/02.

Além disso, Jorge Braz procurou ensinar, no Departamento de Desporto da academia transmontana, as técnicas e as táticas da sua modalidade de eleição.

“Além do seu contributo, prestígio e engrandecimento do futsal, Jorge Braz destacou-se também pela forte intervenção desta área na investigação da UTAD, onde iniciou o seu percurso profissional neste domínio”, lembra o reitor da UTAD.

Licenciado em Educação Física pela Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade do Porto e com um mestrado em Ciências do Desporto (especialização de Treino em Alto Rendimento Desportivo), Jorge Braz, de 50 anos, é uma marca na histórica do desporto português.

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.