Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Tertúlia “Os novos movimentos laicais na diocese de Vila Real”

No quadro da celebração do seu centenário, a diocese de Vila Real promove amanhã, às 21h00, mais uma tertúlia com o tema: “Os novos movimentos laicais na diocese de Vila Real”, na Igreja Paroquial de Vila Pouca de Aguiar. 

Contando com a presença do bispo diocesano, D. António Augusto Azevedo, a tertúlia fazer-se-á de modo presencial, no respeito pelas normas de DGS e com transmissão em direto através do site da diocese.

A moderação do debate está a cargo de Celso Sá Santos, professor universitário (UTAD) com atividades relevantes na Igreja enquanto dirigente do Corpo Nacional de Escutas e da Pastoral Familiar.

Dando seguimento à tertúlia de 2021 que contemplou alguns movimentos com história na diocese, tais como o Apostolado da Oração, Legião de Maria, Escutismo, Mensagem de Fátima e Ação Católica, desta vez é dada a voz aos movimentos mais recentes: ACEGE, AMCP, Caminho Neocatecumenal, Centros de Preparação para o Matrimónio e Equipas de Nossa Senhora. 

Será um painel que mostra o dinamismo laical das associações socioprofissionais inspiradas pelo cristianismo, das novas espiritualidades e das propostas da Igreja para a família.

Em nome da Associação Cristã de Empresários e Gestores, haverá a intervenção do coordenador do Núcleo de Vila Real, João Quintela Cavaleiro, jurista e professor universitário.

Outra intervenção será da Associação dos Médicos Católicos Portugueses (AMCP), em que falará Bela Alice Morais Botelho Costa, médica e membro da equipa comunitária em cuidados paliativos do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Marão e Douro Norte e integra o núcleo de Vila Real da AMCP.

Irão ainda intervir o padre Javier Romero, Pilar e Ivan Cabeza.

Na sessão dedicada às Equipas de Nossa Senhora intervêm Ana Cristina Sabrosa de Castro e Vítor Manuel Mesquita Guedes, casal de Alijó, com funções de coordenação no Movimento.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.