Domingo, 23 de Janeiro de 2022

Via Verde “vem ajudar muito” os doentes com cancro do pulmão

Novo serviço do Centro Hospitalar vai permitir reduzir de 66 para 28 dias o tempo médio de espera entre o diagnóstico e o início do tratamento

-PUB-

O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) implementou a via verde para o cancro do pulmão, que vai permitir reduzir de 66 para 28 dias o tempo médio de espera entre o diagnóstico e o início do tratamento.

Em declarações à VTM, Ana Fernandes, diretora do serviço, explicou que a implementação da via verde vem “ajudar muito”, porque o “tempo é importantíssimo no tratamento de doentes com cancro, uma vez que é uma doença que avança rapidamente”, acrescentando que quanto mais precocemente se conseguir o diagnóstico e os exames, “melhor será a decisão terapêutica para o doente”.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.