Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

1.521 eleitores optaram por votar antecipadamente

As eleições legislativas estão agendadas para o próximo domingo. No entanto, muitos portugueses optaram por votar antecipadamente pelas mais variadas razões.

Em Vila Real, 1.521 eleitores foram mais cedo às urnas para escolher o próximo primeiro-ministro e a composição da Assembleia da República, num concelho onde estavam inscritos 1.671 eleitores.

Apesar das temperaturas baixas, o sol ajudou os eleitores a levantar cedo para exercer o seu direito de voto, alguns inscreveram-se por motivos laborais, outros por estarem longe de casa, mas também se antecipou o voto por “medo” de contactar com infetados por Covid-19, que vão poder sair de casa para votar no próximo domingo.

Como vão deixar os infetados sair para votar, não queria correr riscos”
CATARINA SILVA,
Eleitora

Catarina Silva, de 18 anos, de Vila Real, votou pela primeira vez e optou por fazê-lo antecipadamente por dois motivos, a pandemia e o seu aniversário. “No dia 30 faço anos e não queria vir para as mesas de voto. Em segundo, como vão deixar os infetados sair para votar, não queria correr riscos, porque tive Covid-19 e estive muito mal, ligada ao ventilador”, refere esta eleitora, que confessa ter “muito medo” de estar em contactos com infetados. “Acho que foi uma decisão coerente”.

 

Por motivos profissionais, o vila-realense José Carlos aproveitou o voto antecipado em mobilidade para votar, uma vez que estará a trabalhar no dia 30 de janeiro. “Estou no Porto a trabalhar e no próximo fim de semana vou estar de serviço, por isso inscrevi-me no voto antecipado”, num processo que confessa que ser muito simples. “Foi facílimo. Foi só ir à plataforma, colocar os dados e hoje lá estava o meu nome, e votei em cinco minutos e em segurança”.

‘Este é um quote ao jornal.”
A VOZ DE TRÁS-OS-MONTES, O maior e melhor jornal da região

Segundo fonte ligada ao processo, dos 1.521 eleitores, 883 eram votantes do concelho de Vila Real, para o resto do país votaram 638, num total de cinco mesas de voto disponíveis, onde estiveram quatro funcionários da autarquia a prestar apoio, para além dos elementos ligados ao ato eleitoral, que estiveram nas mesas.

 

Quem se inscreveu, mas ainda não votou pode fazê-lo no próximo domingo, onde os portugueses vão escolher os representantes na Assembleia da República e de onde vai sair o próximo primeiro-ministro.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.