Domingo, 27 de Novembro de 2022

42 casos positivos de Covid-19 em Lar da Misericórdia

A Santa Casa da Misericórdia de Alijó disse hoje que há 42 casos positivos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 no lar de idosos, entre os quais uma funcionária e 41 dos 59 residentes naquela instituição.

-PUB-

Através de um comunicado divulgado nas redes sociais, o vice-provedor, Joaquim Barros, referiu que “é com sentido de responsabilidade e dever de transparência pelo trabalho desenvolvido pela Santa Casa da Misericórdia de Alijó” que informa que, neste momento, há um surto de covid-19 na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) com 41 utentes positivos, dos 59 residentes, e uma funcionária.

Segundo a informação disponibilizada, os casos “positivos apresentam sintomas ligeiros e alguns encontram-se mesmo assintomáticos”.

“Garantimos que foram feitas todas as diligências necessárias e que todos os procedimentos estão assegurados para a manutenção dos cuidados aos utentes”, salientou a Santa Casa de Alijó, no distrito de Vila Real.

No Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) estão hoje internadas 46 pessoas infetadas com covid-19, todas em enfermaria.

Portugal registou, na semana de 5 a 11 de abril, 59.434 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, 145 mortes associadas à covid-19 e um aumento de doentes internados, indicou na sexta-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico semanal da DGS, o número de casos confirmados de infeção desceu 2.528 em relação à semana anterior, registando-se também uma redução de sete mortes na comparação entre os dois períodos.

A covid-19 é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.