Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022

Abertura de mais um lanço da A24, junto às vilas aguiarenses

Geograficamente estratégica, em toda a região, Vila Pouca de Aguiar vê, mais uma vez, a sua posição reforçada, desta feita com a abertura de um lanço da A24 que já permite uma melhor ligação a Espanha.   Está aberto mais um lanço da auto-estrada A24 de cerca de 18 quilómetros que permite, desde meados da […]

-PUB-

Geograficamente estratégica, em toda a região, Vila Pouca de Aguiar vê, mais uma vez, a sua posição reforçada, desta feita com a abertura de um lanço da A24 que já permite uma melhor ligação a Espanha.

 

Está aberto mais um lanço da auto-estrada A24 de cerca de 18 quilómetros que permite, desde meados da semana passada, um acesso mais rápido entre a sede de concelho aguiarense e a Zona Norte, ao concelho de Chaves, bem como a ligação a Espanha. A entrada nesta via situa-se a cerca de dois quilómetros a Poente de Vila Pouca de Aguiar.

Após a abertura ao tráfego ao princípio da noite da passada quarta-feira, já se sentiu, no dia seguinte, um relativo esvaziamento do trânsito na estrada nacional (EN2), mormente dos veículos longos o que facilita o trânsito desta via de comunicação.

De realçar que para quem opta circular pelo novo lanço da A24, a mais valia é efectiva em grandes percursos, designadamente Chaves e na direcção da Galiza. Isto porque, num curto trajecto, por exemplo entre Vila Pouca de Aguiar e Pedras Salgadas, a distância é quadruplicada. Enquanto pela EN2, a distância é de cerca de cinco quilómetros, pela A 24 a distância entre as vilas concelhias ascende os 20 quilómetros.

O concelho aguiarense, que sempre teve uma posição geo-estratégica privilegiada, dá assim mais um passo para reforçar o seu posicionamento na região de Trás-os-Montes e Alto Douro e, em particular, no distrito de Vila Real. Com a abertura dos 16 km do último troço da A24 entre Fortunho e Vila Pouca de Aguiar para o próximo Verão, bem como a ligação daquela Auto-estrada à A7 (que já liga o concelho aguiarense ao litoral), a plataforma natural da região ganha relevo sócio-económico para actividades no concelho aguiarense.

 

João Cláudio

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.