Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
©RN

Aprovado orçamento de 14 milhões de euros

A autarquia de Freixo de Espada à Cinta viu ser aprovado o seu orçamento para 2022, na ordem dos 14 milhões de euros.

-PUB-

Nuno Ferreira, presidente da Câmara de Freixo de Espada à Cinta, diz ser “o orçamento possível”, tendo em conta “a realidade do município”.

“Não é, claramente, o orçamento que queríamos, mas sim o possível. É o orçamento que nos vai permitir fazer face aos compromissos assumidos com a dívida do anterior executivo”, explicou à VTM, acrecentando que “é um orçamento que permite ao concelho andar para a frente”.

Segundo o autarca, “a dívida do município, só a fornecedores, ascende os oito milhões de euros”, sendo que “a dívida total, à data de 13 de outubro, era superior a 13 milhões de euros”.

Questionado sobre as áreas que estão contempladas no documento, Nuno Ferreira destaca as apostas “no pagamento dos transportes escolares a todos municípes e no apoio a todos os doentes oncológicos que têm consultas no IPO e outros que precisam de se deslocar a outros pontos do país”.

Além dos transportes e da saúde, também a educação é uma prioridade, com “o 12º ano a chegar ao concelho de Freixo ainda este ano”.

São ainda contempladas no orçamento as obras na praia da Congida, com o objetivo de torná-la num “ex-libris de Freixo de Espada à Cinta e da região norte do país”.

Tem paisagens impares e, nesse sentido, estamos já a levar a cabo um projeto para dotá-la de infraestruturas, nomeadamente a colocação de uma piscina flutuante, construção de um campo de jogos de futebol e vólei de praia. É um grande esforço por parte do executivo, mas que valerá a pena”, explica, indicando que “também as obras na Misericórdia e na envolvente do castelo vão avançar”.

Para 2022 estão ainda previstas iniciativas de promoção turística. “Teremos a Race Nature entre os dias 1 e 3 de abril, um evento BTT que trará a Freixo cerca de 400 pessoas, e ainda o campeonato nacional de vólei de praia, na praia da Congida”, elenca, acrecentando um outro projeto, “a revitalização da Flor da Amendoeira”.

“Este orçamento espelha três pontos fundamentais: clarividência, transparência e assertividade sobre o rumo que se quer para o nosso concelho”, conclui Nuno Ferreira.

O orçamento foi aprovado por maioria tanto em reunião de câmara como pela Assembleia Municipal, contando com as abstenções dos elementos do PSD, “apesar de terem elogiado o documento”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.