Terça-feira, 7 de Dezembro de 2021
© Márcia Fernandes

Avadouriense pede eleições “urgentes” na Casa do Douro

Vítor Herdeiro, presidente da associação, lembra a necessidade de se cumprir a lei, para que os pequenos e médios viticultores tenham uma instituição que os proteja, em momentos difíceis como este que estamos a atravessar

-PUB-

A Associação dos Viticultores e da Agricultura Familiar Douriense (Avadouriense) está preocupada com a situação de “estrangulamento dos pequenos e médios viticultores durienses, que se agrava a cada dia que passa, perante problemas crescentes e diante da inoperância do Ministério da Agricultura e do Governo”.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.