Quarta-feira, 28 de Julho de 2021

Centro de Vacinação com capacidade para vacinar até 500 pessoas por dia

ULS do Nordeste reforça possibilidade de a população proceder ao autoagendamento das vacinas e escolher local onde é administrada

-PUB-

O município tem já em funcionamento o novo Centro de Vacinação do concelho, que terá uma capacidade para inocular até 500 pessoas por dia. Com seis postos de administração da vacina, o município, em parceria com a Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, dá “mais um passo no combate à pandemia da Covid-19, numa altura em que os macedenses já podem proceder à marcação das suas próprias vacinas”.

A passagem do Centro de Vacinação para as naves do Pavilhão Municipal de Exposições foi decidida devido às limitações que o centro de Saúde local sentia para aumentar o número de administrações por dia. “Entrámos numa fase de vacinação massiva que exigia um espaço digno, funcional e com capacidade de administração das vacinas com todas as condições de segurança”, explica o presidente da autarquia.

A inauguração oficial, que contou com a presença do presidente do Conselho de Administração da ULS do Nordeste, ocorre numa altura em que a inoculação da população já conta com cerca de mil pessoas vacinadas no território. “Estamos a falar de um espaço amplo, com arejamento suficiente, e garantindo a segurança e o distanciamento necessários”, diz Benjamim Rodrigues.

A diretora clínica dos Cuidados de Saúde Primários da ULS do Nordeste, Manuela Santos, explica que “está a aumentar o ritmo de vacinação no concelho e, por isso, foi necessário encontrar um espaço com capacidade para vacinar, 300, 400 ou mesmo 500 pessoas por dia”.

De acordo com Manuela Santos, “a partir desta semana, ao fazer o autoagendamento, as pessoas podem escolher o local onde pretendem ser vacinadas, seja ou não no seu concelho de residência”.

Por isso, salienta, é importante que o Centro de Vacinação esteja preparado para “receber pessoas de outros concelhos ou até de outros distritos”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.