Quinta-feira, 29 de Setembro de 2022

CIM Douro avança com ação judicial contra a Caixa Geral de Depósitos

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Douro avançou com uma ação judicial contra a Caixa Geral de Depósitos (CGD) devido “à redução dos serviços em alguns balcões no território” prestados pelo banco público.

-PUB-

Em comunicado, a CIM Douro revela que a ação judicial “resulta de uma posição tomada por unanimidade pelos 19 autarcas que constituem esta CIM e, em representação, dos seus 183866 habitantes”.

Estes 19 municípios “não aceitam as dificuldades que a CGD tem colocado aos seus clientes, abandonando-os e estão frontalmente contra esta desqualificação, que é mais um passo no desmantelamento de um serviço público essencial às populações deste território já de si despovoado, envelhecido e de baixa densidade”, acrescentam.

Na mesma nota, a CIM Douro lembra que a CGD “é um banco de capitais inteiramente públicos e com um papel fundamental e insubstituível para o desenvolvimento do país e das populações”.

Por último, a instituição frisa que esta tomada de posição foi tomada após terem sido “esgotadas todas as tentativas de diálogo, quer com a administração da CGD, quer com o Ministério das Finanças, que tutela o banco do Estado.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.