Segunda-feira, 16 de Maio de 2022

Dois carrinhos oferecidos às crianças internadas no hospital 

O serviço de Pediatria do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) recebeu mais dois carrinhos elétricos, desta vez oferecidos por funcionários do grupo Auchan. 

A entrega aconteceu esta tarde, onde estiveram alguns funcionários do Auchan, o diretor do serviço e a administração do CHTMAD.

Eurico Gaspar, diretor do serviço de pediatria, reconheceu que estar no hospital “não é agradável” e ainda mais para as crianças, pelo que estes atos cívicos da comunidade “são importantes e um fator de contentamento, porque o nosso foco é dar o melhor às crianças, para tornar este ambiente hostil do hospital, numa coisa mais amigável e brincalhona”.

A administração do Centro Hospitalar ficou sensibilizada com o gesto de solidariedade, lembrando que a comunidade tem estado atenta às necessidades do hospital. “Todas as ofertas são importantes para conseguimos humanizar cada vez mais os nossos serviços. Este em particular contribui para a felicidade das nossas crianças”, sublinha o enfermeiro diretor, Júlio Azevedo, aproveitando para “agradecer aos colaboradores da Auchan esta oferta e a vontade de a comunidade continuar a ajudar o hospital”.

Carlos Brandão, responsável pelo cliente do grupo Auchan, explicou que esta iniciativa surgiu com a venda de rifas aos colaboradores, em que todos aderiram. “Foi uma ação de solidariedade, em que o valor angariado com a venda de rifas foi revertido na aquisição destas viaturas, para dar um bocadinho de alegria às crianças que se encontram hospitalizadas”.

O mesmo responsável lembra que ajudar a comunidade “é uma preocupação constante da empresa, que tem sempre em mente a necessidade de instituições e das pessoas mais carenciadas”.

 

 

 

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.