Quarta-feira, 18 de Maio de 2022

“Gestão de pinheiro-bravo” motiva visita de campo

Copromovida pelo Centro PINUS e pela CAPOLIB, a visita de campo irá decorrer em Boticas, a 20 de maio

O Centro PINUS, associação para a Valorização da Floresta de Pinho, promove uma visita de campo subordinada ao tema “Gestão de pinheiro-bravo” em Boticas. A iniciativa irá decorrer na manhã do dia 20 de maio, entre as 10h e as 13h.

Segundo a organização, “é dirigida a técnicos com funções de gestão de pinhal, dirigentes públicos ou privados com atuação no setor florestal, estudantes e docentes de ciências florestais”.

A iniciativa “irá aprofundar temas relacionados com a gestão de pinheiro-bravo, quer na perspetiva técnica, quer de governança e financiamento”. Além disto, “será uma oportunidade para conhecer o impacto do projeto de agrupamento de baldios, o envolvimento das autarquias, as oportunidades de financiamento público e privado e, ainda, casos de investigação e desenvolvimento florestal”.

A visita será conduzida por Ângelo Teixeira, da CAPOLIB – Cooperativa Agro-Rural de Boticas, Teresa Fonseca, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), e Pedro Teixeira, do Centro PINUS.

Com sede em Viana do Castelo, o Centro PINUS é uma associação sem fins lucrativos que existe desde 1998 e “reúne os principais agentes da Fileira do Pinho, incluindo representantes da produção florestal, dos prestadores de serviços, das indústrias, da administração pública, do ensino superior e do setor financeiro”.

A visita de campo em Boticas é copromovida entre o Centro PINUS e a CAPOLIB, com o apoio da Câmara Municipal de Boticas e da UTAD.

A participação na iniciativa é gratuita, com inscrição prévia obrigatória. Esta poderá ser feita online até ao dia 18 de maio.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.