Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
©MF

GNR proporcionou um “Natal mais quente” a idosos carenciados

O Natal é tempo de refletir e olhar à nossa volta para aqueles que mais precisam. E foi com esse espírito que o comando distrital da GNR lançou o desafio aos profissionais para doarem bens alimentares que foram distribuídos nos últimos dias por idosos carenciados, que vivem sozinhos ou isolados.

-PUB-

A VTM acompanhou a entrega no concelho de Vila Pouca de Aguiar. Numa das primeiras casas visitadas pelos guardas estava Raul Magalhães, de 64 anos, que vive sozinho e tem dificuldades em andar.

Surpreendido pela visita dos guardas, Raul confessou que “é sempre bom receber a visita” das pessoas. “Ainda não vi o que me trouxeram, mas por pouco que seja, dá sempre jeito”.

As compras são lhes entregues por um taxista, mas a noite de consoada foi passada com um sobrinho em Vila Real. “Se não ia para casa do meu vinho Paulo”, conta este homem, que é uma das pessoas sinalizadas pela GNR.

Mais acima, em outra aldeia, os militares entregaram os bens a Palmira Fernandes, de 84 anos, que ficou emocionada ao receber a visita inesperada. “Fiquei contente e não estava à espera. É um miminho que mostra que eles se lembram de nós”.

A noite de Natal foi passada em casa com os três filhos doentes e dependentes, de 42, 55 e 57 anos, que esta mãe cuida diariamente. Agora já não consegue fazer as refeições, que são entregues por uma instituição. “Vem cá trazer a comida, mas ao fim do mês tenho de pagar”, diz Palmira Fernandes.

“Os guardas costumam vir cá visitar-nos e são sempre bem-vindos”.

“NATAL MAIS QUENTE”

Numa iniciativa solidária, denominada “Natal mais quente”, que uniu os profissionais da GNR do distrito de Vila Real, os guardas percorreram vários concelhos durante três dias.

O tenente João Ribeiro explicou à VTM que “todos os militares e funcionários civis que desempenham funções no comando territorial contribuíram para a entrega destes cabazes”, que foram entregues aos idosos que estão sinalizados durante a operação Censos Sénior 2021. “Visamos idosos que vivam sobretudo sozinhos e isolados e que tenham condições socioeconómicas desfavoráveis. Nesta altura, a nossa prioridade recai sobre eles”.

Com 5.191 idosos sinalizados, Vila Real é o distrito do país onde há mais idosos sinalizados, pela GNR.

Ao mesmo tempo que fazem a entrega dos cabazes, os militares aproveitam para ver como estão os mais velhos e se precisam de alguma coisa, reforçando a proximidade com a comunidade. “Fazemos dois em um. Aproveitamos para passar, desejar um bom Natal, ver se está tudo bem e fazemos também a entrega dos cabazes”, sublinhou João Ribeiro, adiantando que foram contemplados cerca de 40 idosos, com bens de primeira necessidade, numa ação que juntou as secções de prevenção criminal e policiamento comunitário de Chaves, Peso da Régua e Vila Real.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.