Domingo, 22 de Maio de 2022

Grupo de jovens de Salto no Festival Nacional da Canção Mensagem

“Levanta-te” foi o lema do Festival Diocesano da Canção Juvenil, que decorreu no Teatro Municipal de Vila Real.

O evento iniciou com a atuação das Irmãs Maria Amélia e Salomé juntamente com Rui Pinto, rostos do projeto “Mendigo de Deus”, onde a oração foi feita através da música, refletindo e orando por todos.

Com quatro canções a concurso, representadas por Grupos de Jovens de Salto “Ad Saltum” com a canção “Levanta-te! Leva a Pressa do Amor”, Cadaval e Lavandeira com a canção “Não Desistas de Deus”, Campeã com a canção “Mãe, Leva(nta-se) a Vida” e Andrães com a canção “Levanta-te e Anda”, levaram a música até à comunidade presente, como um instrumento de envangelização, e um bom ambiente de convívio e comunhão entre jovens com expressão da fé cristã.

O júri do evento foi presidido pelo padre Patrício Ramos e composto por mais quatro elementos (Mafalda Vaz de Carvalho, Alexandre Fraguito, Cristina Fernandes e Daniela Vieira), que atribuiu a vitória à canção “Levanta-te! Leva a Pressa do Amor”, do Grupo de Jovens de Salto “Ad Saltum”, grupo que vence pela segunda vez consecutiva, tendo representado a diocese no Festival Nacional em 2019. No segundo lugar ficou o Grupo de Jovens do Cadaval e Levandeira com a canção “Não desistas de Deus”.
A canção vencedora vai representar a Diocese de Vila Real no Festival Nacional da Canção Mensagem 2022, dias 7 e 8 de maio, em Aveiro.

Estiveram ainda presentes o bispo, D. António Augusto Azevedo, padre Filipe Diniz, diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, e a vereadora Mara Minhava em representação da Câmara de Vila Real.

O Departamento da Pastoral da Juventude, Universidade e Vocações “agradeceu a presença de todos e de todo o apoio para esta atividade, foi um evento de reencontros, da retoma ao presencial e de nos levantarmos e seguirmos juntos na nossa caminhada para a JMJ Lisboa 2023”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.