Quarta-feira, 6 de Julho de 2022

Mau tempo causa despistes, na A24, devido á acumulação de gelo

No mais recente troço da A24, houve vários despistes, devido à acumulação de gelo. As pessoas envolvidas não ganharam para o susto. O mau tempo, nomeadamente as fortes rajadas de vento, causou derrubes de várias árvores, na EN2, cujo tráfego automóvel esteve condicionado.   Verificaram-se vários despistes, no mais recente troço da A24 que abriu […]

No mais recente troço da A24, houve vários despistes, devido à acumulação de gelo. As pessoas envolvidas não ganharam para o susto. O mau tempo, nomeadamente as fortes rajadas de vento, causou derrubes de várias árvores, na EN2, cujo tráfego automóvel esteve condicionado.

 

Verificaram-se vários despistes, no mais recente troço da A24 que abriu ao público, desde a zona de Pedras Salgadas até Vila Pouca de Aguiar, devido ao mau tempo, com as geadas e a acumulação de gelo.

No sábado, de manhã, foram registados cinco acidentes de viação, um dos quais se verificou com uma família, de que três elementos tiveram de ser deslocados, para o Centro Hospitalar de Vila Real, para receberem tratamento médico. As vítimas não tiveram mais que ferimentos ligeiros e grandes sustos. Já os prejuízos, com as respectivas viaturas, são avultados.

O Comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar, Carlos Neca, alertou para o novo troço da A24, afirmando que, quando as condições climatéricas são adversas, “o percurso de Vila Pouca de Aguiar ao nó do Bragado é muito complicado”.

O mau tempo que se verificou, no fim-de-semana prolongado, obrigou a trabalho redobrado, por parte das autoridades de segurança. Os fortes ventos que se fizeram sentir, nomeadamente na noite de quinta-feira, causaram o derrube de cinco árvores de grande porte, na Estrada Nacional (EN2), entre a sede do concelho e Sabroso de Aguiar. Desde as 22 horas, até às quatro da madrugada de sexta-feira, 12 bombeiros aguiarenses estiveram, com duas viaturas, em operações de limpeza. A Protecção Civil, a GNR de Vila Pouca de Aguiar e de Pedras Salgadas, assim como a Brigada de Trânsito também tiveram trabalho redobrado, nomeadamente com o tráfego automóvel, condicionado durante várias horas. Na EN206 que liga a sede de concelho aguiarense a Valpaços, também se verificou a queda de muito entulho, vindo das árvores, devido às fortes rajadas de vento.

 

João Cláudio

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.