Sexta-feira, 25 de Junho de 2021
©Arquivo VTM

“Meio milhão” de euros de prejuízos em automóveis de stands em Vila Real

Os estragos provocados pelo granizo em automóveis para venda nos cerca de 20 stands localizados na zona industrial de Vila Real poderão ultrapassar “o meio milhão de euros”, segundo um levantamento inicial feito pelo município.

-PUB-

Nuno Augusto, vereador da Câmara de Vila Real com os pelouro do desenvolvimento económico e desemprego, disse à agência Lusa que a queda intensa de granizo provocou “prejuízos avultados” nas viaturas dos stands que se encontravam em exposição no exterior.

Ao final da tarde de segunda-feira, e durante vários minutos, caiu granizo com muita intensidade, descrito como sendo do tamanho de nozes ou de bolas de pingue-pongue no território de Vila Real, acompanhado de chuva intensa.

O mau tempo provocou estragos em vários setores da economia, como a agricultura, atingindo vinhas inseridas na Região Demarcada do Douro, em árvores de fruto, como maçãs e cerejas, e ainda produtos hortícolas.

Há ainda relatos de estragos em carros de particulares e até em coberturas de casas e armazéns devido à dimensão das pedras de granizo.

As freguesias afetadas são desde Guiães, Abaças, Andrães e Constantim.

Nuno Augusto referiu que a câmara está, conjuntamente com as empresas de automóveis, a fazer um levantamento dos danos provocados e está a “sensibilizar o ministério da Economia no sentido de “tentar arranjar alguma solução que possa minimizar os prejuízos”.

Até ao momento, adiantou, uma primeira estimativa aponta para prejuízos que ultrapassam o “meio milhão de euros” neste setor.

O responsável referiu a existência dos seguros, no entanto afirmou que “esta é uma situação única”.

“Não nos lembramos de ter acontecido algo idêntico, ou seja, a queda de pedra que provocou mesmo danos, estamos a falar em para-brisas e vidros partidos, capôs e tejadilhos amolados”, referiu o vereador.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.