Sábado, 25 de Maio de 2024
No menu items!

Município comemora os 50 anos da Revolução dos Cravos com vasto programa cultural

O Município de Chaves tem um amplo programa cultural para a celebração do meio século do 25 de abril de 1974, com iniciativas culturais, educativas, desportivas, lúdicas e cívicas

-PUB-

Com o início do mês de abril, arrancam em Chaves as comemorações do “dia inicial inteiro e limpo”, que permitiu a Portugal um percurso de transformações políticas, sociais e económicas, antecipando a liberdade de expressão e a democracia parlamentar.

As comemorações visam mostrar às gerações que não vivenciaram a repressão, o medo, a ignorância e a miséria, que existia antes da Revolução de Abril, para que compreendam a natureza e importância da celebração deste dia em que “livres habitamos a substância do tempo”.

O programa cultural abrange eventos culturais, educativos, desportivos, lúdicos e cívicos, alusivos ao 25 de abril. Da celebração comemorativa fazem parte exposições, concertos, teatro, cinema, desporto, como a tradicional Corrida da Liberdade, a cerimónia protocolar no dia 25, na Praça de Camões, com o hastear da Bandeira Nacional e a interpretação do Hino Nacional, bem como o ato público de reconhecimento dos eleitos locais pela sua importância na consolidação da democracia nas autarquias portuguesas.

De 9 a 30 de abril a Escola Fernão de Magalhães recebe a exposição “Adriano- Vida e Obras”, sobre Adriano Correia de Oliveira, que será homenageado ainda a 20 de abril, num concerto no Centro Cultural de Chaves, local onde a 19 de abril, sobe ao palco a peça “25 de Abril Sempre”, da companhia Nacional de Teatro Português.

A 24 de abril é inaugurada a exposição documental “25 de Abril Sempre”, no Museu da Região Flaviense.

No dia da revolução, além da cerimónia do hastear da bandeira nacional e da sessão solene da Assembleia Municipal, às 10 horas arranca a tradicional corrida da liberdade, à tarde há espetáculo “Abril Sempre”, com entidades e associações da terra, e à noite o Coral de Chaves apresenta “As Canções Heróicas de Lopes Graça”.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS