Segunda-feira, 26 de Julho de 2021
©DR

Presidente da TPNP defende que Douro é “indispensável” para estratégia turística do Norte

O presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal afirmou hoje que o Douro é “indispensável” para a estratégia turística da região, que a curto prazo tem como desafios a “reposição da conectividade aérea” e a “aposta na digitalização”.

-PUB-

“O Douro é indispensável para a estratégia turística da região porque tem muito a oferecer”, afirmou o presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) durante o Congresso Douro & Porto 2021, organizado pelo Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP).

Na sessão dedicada aos “Mercados e Futuros”, Luís Pedro Martins disse serem cinco os principais desafios que a região Norte enfrenta a curto prazo, entre os quais, a reposição da conectividade aérea e a aposta internacional pela digitalização da oferta.

“Os novos mercados estratégicos da região estão dependentes das ligações aéreas”, disse, dando como exemplo os turistas brasileiros, que representam o terceiro mercado da região.

Luís Pedro Martins salientou também ser necessário “resolver” a digitalização, lembrando que “numa grande parte do território, as designadas zonas brancas, não há rede ou fibra ótica”.

Acelerar a estruturação de produtos da nova procura, maximizar a promoção e venda do destino Top 10 mercados e estimular a dinâmica do território com eventos turísticos são outros dos objetivos que o TPNP considera que a região tem para até 2023 “repor o que tinha” antes da pandemia da covid-19.

“Os turistas têm de ser clientes, não queremos turistas que não deixam nada no Douro ou que deixam lixo. Queremos turistas que deixam valor”, salientou Luís Pedro Martins, acrescentando que o compromisso do TPNP com a Região Demarcada do Douro (RDD) é “estruturar, promover e vender” os seus produtos.

Entre os produtos da região a promover, Luís Pedro Martins destacou a “rota dos vinhos e do enoturismo”, projeto que quer levar os turistas à descoberta das quatro regiões vitivinícolas do território e que “recebeu mais de 100 candidaturas”.

“Finalmente o país acordou para os Caminhos de Santiago”, referiu também o presidente do TPNP, acrescentando que o Caminho Português da Costa “está por dias” para ver a sua conclusão.

A par das diferentes rotas e dos Caminhos de Santiago, Luís Pedro Martins destacou ainda as termas da região, que representam “47% da oferta nacional”.

A propósito das termas, o presidente do TPNP revelou que foi aprovada, na terça-feira, a candidatura ao Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça das Termas das Caldas do Moledo, fechadas desde 2010, e que “vão ser devolvidas à região”.

O projeto de revitalização do parque termal avança no âmbito do consórcio formado pela TPNP e a Câmara da Régua, que em janeiro lançou o concurso público para a reativação das termas pelo preço base de 1,5 milhões de euros.

A promoção de algumas estradas, como a Estrada Nacional 2 e a EN222, e de alguns desportos, como o ciclismo, foram também alguns dos “produtos” que Luís Pedro Martins afirmou serem fundamentais para impulsionar o Norte e as suas subregiões.

O Congresso Douro & Porto 2021 iniciou-se segunda-feira e decorre em formato híbrido até dia 22 de julho.

Sob o lema “Memória e Futuro”, o congresso vai passar por uma “revisitação” à história, sociologia, direito, vitivinicultura, enologia e economia da região, mas “com os olhos postos no futuro”, abordando também questões como a biodiversidade, as alterações climáticas, sustentabilidade, desafios tecnológicos e transformação digital.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.