Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021
©DR

PSP com mega-operação de combate ao tráfico de droga

Mais de 100 operacionais da PSP estão no terreno para proceder à detenção de vários suspeitos de tráfico de droga, em Mirandela.

-PUB-

Desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira que mais de 100 operacionais estão no terreno, no âmbito de uma mega-operação para detenção de vários suspeitos pelo crime de tráfico de estupefacientes, no concelho de Mirandela.

O anúncio foi feito pelo Comando de Polícia de Bragança, adiantando que vai ser dado cumprimento “a cinco mandados de busca domiciliária, cinco não domiciliária e oito mandados de detenção”. Segundo a PSP, a operação é o culminar de “profundo e meticuloso processo de pesquisa de notícias e consequente inquérito criminal, fruto do trabalho do dispositivo de investigação criminal (Bragança e Mirandela), desenvolvido ao longo do último ano e meio”.

“Trata-se de uma estrutura criminal das mais organizadas de distribuição direta aos consumidores de heroína e cocaína no distrito, em particular nos concelhos de Mirandela, Bragança, Alfândega da Fé, Vila Flor e Macedo de Cavaleiros”, explica o Comando, salientando que “a maior parte dos suspeitos já tem antecedentes criminais”.

Oito detidos

Desta operação resultou a detenção de quatro homens e quatro mulheres, com idades entre os 24 e os 56 anos, todos com relações familiares.

Os oito detidos vão ser presentes, amanhã, ao tribunal judicial de Mirandela para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

A PSP acredita ter desmantelado uma das maiores redes organizadas de tráfico de droga que operava na região.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.