Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
© DR

“ReWine” promove economia circular do setor dos vinhos

O laboratório colaborativo CoLAB Vines & Wines, sediado em Vila Real, desenvolveu o programa educacional “ReWine” para promover as “boas práticas” de economia circular já implementadas por empresas do setor vitivinícola

-PUB-

“Para além de sensibilizar as empresas, o objetivo é também sensibilizar o público e mostrar que o setor tem preocupações e está interessado em mitigar ao máximo todos os impactos que possam ter”, afirmou Nelson Machado, do CoLAB Vines & Wines.

No âmbito do projeto, 10 empresas vitivinícolas vão revelar algumas das boas práticas circulares já implementadas nas suas quintas e adegas, com o objetivo de promover a “sua adoção por outros produtores e incentivando o debate sobre as principais dificuldades e constrangimentos da sua implementação”.

As empresas são das regiões vitivinícolas do Douro, Dão e Bairrada. Nélson Machado explicou que a sensibilização vai ser feita através de meios audiovisuais e que vão ser divulgados quatro vídeos, o primeiro dos quais no dia 14 de dezembro. Os restantes serão, depois, lançados até março.

Cátia Santos, também do CoLAB, acrescentou que o “ReWine” se baseia nos três princípios da economia circular, designadamente a preservação e o reforço do capital natural- água e solo, promoção da eficácia do sistema – energia e otimização dos recursos – materiais, e três dos vídeos incidirão sobre cada um destes temas.

Como exemplos de boas práticas em cada um dos três temas, a responsável apontou a desinfeção de barricas com recurso a gerador de ozono, não gerando qualquer resíduo poluente, ainda a instalação tubos solares como fonte alternativa de energia e a implementação de uma tecnologia de reaproveitamento do dióxido de carbono (CO2) das fermentações.

No último vídeo serão abordadas práticas transversais de economia circular não exclusivas para o setor vitivinícola e serão apresentados alguns dos constrangimentos sentidos na implementação de algumas das práticas.

O programa contempla também um vídeo pedagógico sobre economia circular para crianças entre os 6 e os 10 anos e prevê o desenvolvimento de um manual de boas práticas circulares específico para o setor vitivinícola.

Os objetivos do “ReWine” são promover a transição para a economia circular e, desta forma, tornar o território mais resiliente, adaptado e competitivo, quer às exigências em termos de recursos quer às exigências políticas que são impostas.

Visa ainda promover o investimento em tecnologias amigas do ambiente, apoiar as empresas a inovar e tornarem-se intervenientes na economia verde e partilhar experiências entre os agentes económicos do setor e promover sinergias entre os mesmos. O projeto é cofinanciado pelo Fundo Ambiental e Estratégia Nacional de Educação Ambiental (ENEA) 2020.

O CoLAB é uma iniciativa do setor do vinho liderada pela Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID), cujos objetivos são potenciar o crescimento do valor de exportação e preparar e adaptar o sistema vitivinícola nacional para os grandes desafios que enfrenta.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.