Quarta-feira, 24 de Abril de 2024
No menu items!

Ribeira de Pena promove o prato típico de milhos 

O município de Ribeira de Pena aposta no prato típico de milhos para atrair visitantes ao concelho entre hoje e domingo, onde será possível ver uma exposição que desvenda o percurso deste cereal, da sementeira à colheita.

-PUB-

Isabel Lourenço, vereadora da Câmara de Ribeira de Pena, disse hoje à agência Lusa que os milhos são uma iguaria típica deste município do distrito de Vila Real, que vão estar em destaque à mesa de restaurantes e nas unidades de alojamento turístico aderentes.

O “Fim de semana Gastronómico de Milhos” decorre entre hoje e domingo e pretende, segundo acrescentou a autarca, dar a conhecer o território pela gastronomia, associando à paisagem e à cultura da região.

A vereadora disse que o objetivo do evento é divulgar a iguaria que é considerada a mais tradicional do município, potenciar o território, valorizar a cozinha regional e transformar os seus sabores ancestrais numa atração turística.

Durante estes três dias será também possível visitar a exposição “Ciclo dos Milhos”, que está patente no Museu Escola – Casa da Cultura de Ribeira de Pena.

A mostra desvenda o ciclo dos milhos numa viagem pela agricultura tradicional.

Ou seja, segundo informou o município, será possível ao visitante ficar a saber mais sobre o cultivo do milho, desde o preparo do solo até a colheita.

Isabel Lourenço referiu que o milho ainda é cultivado nas aldeias do concelho para consumo humano ou para alimentação dos animais.

A abundância de milho por todo o território levou à utilização deste cereal na gastronomia local.

Antigamente, este produto era cozinhado apenas com carne gorda para lhe dar sabor.

Depois, com a melhoria das condições de vida, foram sendo adicionadas outras carnes ao prato e, atualmente, os milhos podem ser servidos com carne de vaca (escornados), com galinha (esgravatados), porco (esfuçados) ou ricos (com todos os tipos de carne).

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.