Terça-feira, 21 de Maio de 2024
No menu items!

São João da Pesqueira aprova “as melhores contas de sempre”

A Assembleia Municipal de São João da Pesqueira aprovou, na sua reunião de 30 de abril, as contas do executivo relativas ao ano de 2023. Segundo a autarquia, "são os melhores resultados de sempre".

-PUB-

O município de São João da Pesqueira conseguiu, no ano passado, o melhor grau de execução orçamental da receita desde 2010, acima dos 92%.

As contas de 2023 foram aprovadas na última Assembleia Municipal e, segundo a autarquia, os resultados alcançados “foram, globalmente, os melhores de sempre”.

“A receita cobrada líquida totalizou 16.998.021,72 euros, o que significa um aumento, face ao exercício de 2022, de 3.277.810,72 euros”, explica a autarquia em comunicado, salientando que foi conseguida “a maior receita cobrada na história do município”.

“O grau de Aexecução financeira das receitas correntes atingiu 94,1% do previsto no orçamento para 2023, o que demonstra que as previsões foram efetuadas com muito rigor”, e o “grau de execução financeira das receitas de capital (88,7%) foi muito superior ao registado em 2022 (65,2%)”, realça a autarquia, liderada por Manuel Cordeiro.

De acordo com a autarquia, também as “despesas de capital (6.497.357 euros) e, em particular, as despesas de investimento (4.132.727 euros), foram as maiores de sempre, o que significa que, em 2023, o município de São João da Pesqueira fez o maior investimento de sempre”.

No que respeita à taxa de execução das Grandes Opções do Plano, na ordem dos 90%, “foi superior à de 2022, essencialmente devido à taxa de execução do nível recorde de investimento”, indica.

Quanto à dívida total do município ficou, no ano passado, nos 6.633.174 euros, o valor mais baixo desde que o atual executivo tomou posse, em 2017.

Desta forma, o município conta com “um valor de 3.819.301 euros de margem disponível, permitindo continuar a investir no desenvolvimento do concelho e do bem-estar dos cidadãos”, sublinha a autarquia, revelando que, com esta situação, “o resultado líquido positivo foi de 312.433,87 euros”.

Pode consultar o relatório completo AQUI

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS