Domingo, 22 de Maio de 2022

Tunas do Marão e do Alvão querem ser património cultural imaterial

O Auditório Municipal de Santa Marta de Penaguião foi palco de um encontro único entre várias tunas do Marão e do Alvão

“Toque – V Encontro de Tunas Rurais do Marão e do Alvão” é o nome dado ao evento que reuniu tunas rurais dos concelhos de Santa Marta de Penaguião, Vila Real e Amarante.

A preservação e salvaguarda da cultura promovida pelas tunas rurais é um dos principais objetivos da iniciativa, numa tradição que tem tendência a desaparecer com os anos. “Existem muito poucas tunas e músicos. Corremos o sério risco de perder esta tradição e esta cultura”, afirma Luís Machado, presidente da Câmara de Santa Marta de Penaguião.

“A parte da cultura é essencial para a afirmação dos concelhos e dos países. É uma forma de nos afirmarmos na história, com um valor muito substancial na promoção do nosso próprio concelho. Hoje em dia, o turismo faz-se, essencialmente, por experiências. Uma tuna rural é uma experiência única para muita gente. Temos muitos turistas que até desconhecem a sua existência”, sublinha o autarca.

Para além das atuações, o evento contou com a assinatura da carta de compromissos por parte das tunas e dos municípios envolvidos, de forma a tornar possível a inventariação das tunas como Património Cultural Imaterial.

“O importante é não deixar morrer a tradição, mantendo-a viva, documentada e registada todo este bem cultural que é de facto fantástico, quer as histórias pessoais, as das tunas, as músicas ou a forma como tocam”, acrescenta Luís Machado.

Através de um evento focado na tradição e no espectro musical das tunas rurais, a criação de valor e a promoção do concelho de Santa Marta de Penaguião acabam por ser fatores diretamente beneficiados.

“Se as pessoas vierem a Santa Marta de Penaguião para conhecerem as tunas rurais, naturalmente irão provar a nossa gastronomia, os nossos vinhos e acabarão por ficar alojados. Tudo isto se encaixa numa visão de promoção do concelho, que passa pela criação de riqueza. Hoje não há dúvidas que a parte cultural é um dos eixos fundamentais para a promoção e valorização dos concelhos e das terras”, conclui Luís Machado.

O 5º encontro de Tunas do Marão e do Alvão contou com a presença da Tuna de Soutelo, da Tuna de Bisalhães, da Tuna de Campeã e da Tuna de Carvalhais. A realização destes encontros resulta de um projeto dirigido pela Associação Arquivo de Memórias, com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte – DRCN e conta com o apoio dos municípios de Amarante, Vila Real, Santa Marta de Penaguião e Mondim de Basto.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.