Sábado, 13 de Agosto de 2022

ULS do Nordeste abre 16 vagas para médicos de família

A Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste anunciou hoje a abertura de 16 vagas para médicos de família para atenuar a redução da taxa de cobertura, que afeta um quarto da população só no concelho de Bragança

-PUB-

A ULS do Nordeste é a responsável pelos cuidados de saúde em todo o distrito de Bragança e só nos primeiros três meses de 2022 duplicou para 9.713 o número de utentes sem médico de família, 6.800 dos quais no concelho de Bragança.

Aquela entidade divulgou hoje que lhe foram atribuídas 16 vagas para contratação de especialistas de Medicina Geral e Familiar, uma área onde 22 dos médicos ao serviço, nos 14 centros de saúde, atingiram ou vão atingir a idade da reforma este ano.

A falta de especialistas sempre foi apontada como o principal problema da Saúde nesta região, que se destacava, contudo, a nível nacional por apresentar das maiores taxas de cobertura de médico de família, chegando a haver apenas 35 utentes sem clínico atribuído, num universo de cerca de 130 mil.

Os 14 centros de saúde da região enfrentam atualmente o problema dos três hospitais com falta de médicos em várias especialidades que são também abrangidas pelos vagas abertas anunciadas hoje e que já foram alvo de outros concursos que ficaram desertos, em anos anteriores.

Do total das vagas atribuídas à ULS do Nordeste no novo concurso nacional para médicos recém-especialistas do Serviço Nacional de Saúde (SNS), além das 16 nos cuidados de saúde primários, “há também 19 vagas para especialidades na área Hospitalar”, como divulgou aquela entidade.

As especialidades hospitalares contempladas são anestesiologia, cardiologia, cirurgia geral, ginecologia/obstetrícia, medicina do trabalho, medicina física e reabilitação, medicina interna, nefrologia e neurologia.

Há ainda vagas em oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria, pneumologia, psiquiatria, psiquiatria da infância e da adolescência, radiologia e urologia.

A ULS do Nordeste congratula-se, em comunicado, “com a atribuição destas vagas para a contratação de especialistas, na expectativa de que possa vir a reforçar o seu quadro de pessoal médico, nas unidades hospitalares e nos centros de saúde do distrito de Bragança”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.