Terça-feira, 11 de Maio de 2021

Vários serviços num só espaço

Especial Freguesias Mouçós e Lamares | A União de Freguesias de Mouçós e Lamares disponibiliza, aos habitantes da sua freguesia e de outras localidades próximas, um leque alargado de serviços.

Para Hélder Afonso, “a pandemia criou oportunidades e dotou a freguesia de novas valências”. Atualmente, os cidadãos têm à disposição um posto de CTT, um Espaço Cidadão, sendo a única freguesia no concelho de Vila Real a dispor desta estrutura, um posto de pagamentos Payshop, o espaço Teleconsulta, a emissão de registos criminais, o serviço de agendamento para resolver questões relacionadas com a Segurança Social e com as Finanças, o tratamento de documentação relacionada com o Instituto de Mobilidade e dos Transportes (IMT), o apoio no preenchimento na declaração do Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares (IRS) e na disponibilização de uma autorização para a queima de amontoados, através da aplicação Queimas e Queimadas. Neste sentido, todos os cidadãos, sejam ou não residentes destas localidades, podem resolver vários assuntos num só espaço.

“Somos a única freguesia, no concelho, com espaço de cidadão”

Durante a visita à sede da junta de freguesia, a VTM esteve à conversa com habitantes que recorreram aos serviços disponíveis nas instalações. Margarida Carneiro é cliente assídua destas valências e contou que se deslocou até lá para “preencher os censos, o IRS e tratar do bilhete de identidade”, revelando que “além do azar, a pandemia foi boa para termos à disposição estes serviços. Aqui tratamos de tudo”. Também Adriano Teixeira , de Alfarves, e Manuel Bamba, de Gache, consideram estes serviços “muito úteis”. “Os funcionários ajudam e são muito simpáticos. Venho cá várias vezes, sobretudo por causa das autorizações para realizar as queimadas. Escuso de ir a Vila Real porque aqui é muito mais perto e prático”, sustenta Manuel.

A opinião dos fregueses é muito positiva e excede, largamente, as expectativas dos responsáveis. Como refere Hélder Afonso, “a junta de freguesia também é esta proximidade. Estamos a falar, em média, de 40 a 50 pessoas, por dia, que recorrem aos nossos serviços. Todas as pessoas, até à data gostam destes serviços, e dão-nos os parabéns”.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.