Quinta-feira, 29 de Julho de 2021
Joana Moreira da Silva
Médica Veterinária. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

A hora da refeição

A alimentação dos animais de companhia suscita algumas dúvidas aos seus tutores, principalmente no que concerne ao tipo e quantidade de alimento.

-PUB-

Na hora de escolher o alimento deve ter em consideração a idade, o tamanho, a raça, o estilo de vida e/ou as patologias associadas ao seu cão ou gato. As necessidades de um cachorrinho ou gatinho não são as mesmas de um cão ou gato adulto, assim como as necessidades de um gato esterilizado de interior não são as mesmas de um gato selvagem. As necessidades nutricionais também são diferentes para cada espécie e, por isso, é errado dar alimento de gatos a cães e vice-versa.

Os alimentos secos podem-se combinar ou intercalar com os alimentos húmidos de forma a tornar as refeições mais atrativas em termos de texturas e aromas. Em relação à quantidade de

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas | opinião

Residência alternada

No rumo incerto

CPLP: Para que a queremos?

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.