Quarta-feira, 16 de Junho de 2021

“Covil do Lobo”, a aldeia medieval que a pandemia ajudou a nascer

Com o cancelamento das feiras devido à pandemia, e sem trabalho há mais de um ano, Francisco Esteves tirou da gaveta o projeto, com alguns anos, de criar um parque temático, em Valpaços, onde os visitantes viajam no tempo através de recriações históricas da época galaico-romana

-PUB-

Desde 2005 que Francisco Esteves se dedica à recriação da história e lendas, participando em eventos, de Norte a Sul do país e na vizinha Espanha, sem que falte qualquer pormenor. As vestes, os ofícios, os usos e os costumes das épocas galaico-romana, medieval e até mesmo dos piratas.
A sua atividade “estava a crescer gradualmente” até que em março de 2020 a pandemia de Covid-19 chegou a Portugal e todos os eventos em que participava anualmente foram cancelados.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.