Terça-feira, 18 de Janeiro de 2022
UCC Mateus
Profissionais da UC Mateus escrevem regularmente neste espaço.

Cancro da Mama: prevenir é o melhor caminho!

O cancro da mama é o tipo de cancro mais diagnosticado entre as mulheres.

-PUB-

Em Portugal, são detetados cerca de 7.000 novos casos por ano, no entanto, apesar do aumento progressivo da incidência, Portugal encontra-se no pelotão da frente em relação às taxas de sobrevivência na Europa, sendo que os principais motivos são a deteção mais precoce e a melhoria no tratamento.

O rastreio do cancro da mama consiste na realização de mamografia em mulheres sem sintomas de modo a detetar a doença numa fase precoce e possibilitar a instituição de tratamentos menos agressivos com maior taxa de sucesso. Este método de rastreio é eficaz e fulcral no diagnóstico precoce, detetando tumores muito pequenos, muitas vezes não palpáveis.

Atualmente o rastreio do cancro da mama em Portugal consiste na realização de mamografia de 2 em 2 anos, entre os 50 e os 69 anos. Está também recomendada a autopalpação mamária e a realização de exame clínico periódico.

Vários fatores de risco estão associados a este tipo de cancro, nomeadamente: género feminino, idade avançada, história familiar, predisposição genética, primeira gravidez tardia, baixo número de filhos, elevada densidade mamária, radiação ionizante, exposição a estrogénios (idade precoce na primeira menstruação, menopausa tardia e uso de terapêutica de substituição hormonal após a menopausa), excesso de peso, consumo de álcool e tabagismo. De referir que a amamentação, alimentação saudável e prática de atividade física são fatores protetores.

A promoção de estilos de vida saudáveis é importante para melhorar a qualidade de vida e prevenir o aparecimento de cancro e outras doenças. A prevenção e o diagnóstico precoce de forma a melhorar o desfecho desta doença permanece o ponto-chave no tratamento do cancro da mama.

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.