Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Carvalho Araújo morreu de pé e na proa

O último combate português na 1ª Guerra Mundial

-PUB-

No dia 14 de outubro de 1918, Vila Real ficou para sempre ligada a um herói da Marinha portuguesa, através do ato heroico de um dos seus filhos (ainda que acidentalmente nascido na cidade do Porto, por o parto que o deu à luz ter acontecido aquando de uma visita de sua mãe a familiares residentes na “Cidade Invicta”, em 1881): José Botelho de Carvalho Araújo. Ontem e hoje, o seu feito é lembrado como exemplo de bravura, coragem e pertinácia. 

A chamada “sala de visitas” de Vila Real é a Avenida Carvalho Araújo. É um espaço amplo, airoso, ladeado por belos edifícios e por diversas instituições e estabelecimentos comerciais e de serviços. A sua importância sempre foi destacada.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.