Domingo, 1 de Agosto de 2021
©EN

Crianças aprendem a fazer barro preto de Bisalhães

Um oleiro está, ao longo do dia de hoje, a trabalhar ao vivo, junto ao Museu da Vila Velha, em Vila Real, para uma plateia de palmo e meio.

-PUB-

Esta terça-feira, não fosse a pandemia, Vila Real estaria a celebrar S. Pedro, com a tradicional Feira dos Pucarinhos, junto à Capela Nova.

No entanto, para assinalar a data, decorrem, ao longo do dia de hoje, uma série de iniciativas. Uma delas acontece junto ao Museu da Vila Velha, onde um oleiro mostra aos mais novos como se faz o famoso barro preto de Bisalhães, Património Cultural Imaterial da UNESCO desde 2016.

“À semelhança do ano passado, não foi possível estarmos no sítio tradicional, jo entanto, não quisemos deixar passar a data em branco”, explica Eugénia Almeida, vereadora da câmara municipal de Vila Real.

“Hoje vão passar por aqui 300 crianças, com os seus professores”, acrescenta.

A ideia é sensibilizar os mais novos para que “esta tradição não seja esquecida” e, quem sabe, “ver sair daqui, destes jovens, alguém que queira abraçar esta tarde”, conta.

Para além do atelier “Pequenos Oleiros”, é possível comprar algumas das peças no Museu da Numismática, onde está um outro oleiro e em Bisalhães a junta de freguesia de Mondrões preparou o forno comunitário para que possa ser visitado.

Notícia desenvolvida na edição de 1 de julho

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.