Sábado, 18 de Setembro de 2021
©DR

Festival Gastronómico do Cabrito junta 11 restaurantes

O desafio foi lançado pela Câmara Municipal de Carrazeda de Ansiães e 11 restaurantes responderam ao repto.

-PUB-

Devido à pandemia, o Festival do Cabrito vai realizar-se em moldes diferentes, considerando a velha máxima de que se Maomé não vai à montanha, vai a montanha a Maomé, ou seja, este ano, o cabrito assado no forno é “para levar para casa”.

O cabrito assado é dos pratos mais apreciados na região e está muito associado ao período da Páscoa, uma das razões que levou o município a manter a iniciativa, animando o setor da restauração e a comunidade em geral.

Em comunicado, a autarquia explica que “o evento gastronómico vai acontecer no dia 3 de abril, mas devido ao contexto pandémico em que vivemos, os consumidores têm de ir buscar o cabrito assado ao restaurante da sua preferência e levá-lo para casa”.

“O Festival é suportado, quase na totalidade, pelo município, tendo o consumidor de pagar apenas 2,50 euros por dose individual”, indica, acrescentando que “os restaurantes aderentes, no seu conjunto, têm capacidade para confecionar 500 doses, pelo que os interessados devem fazer a respetiva inscrição online, escolhendo o restaurante da sua preferência, com a brevidade possível”.

“O Festival é suportado, quase na totalidade, pelo município, tendo o consumidor de pagar apenas 2,50 euros por dose individual”

Para isso, os interessados terão de se inscrever online até dia 24 de março, através do site do município. Contudo, e a pensar naqueles que não dispõem de meios tecnológicos, ou não estão à vontade com os mesmos, a inscrição pode ser feita por telefone. Na ficha de inscrição é obrigatória a colocação do NIF, ficando limitada a reserva de uma dose por pessoa.

Após a realização da inscrição online, o consumidor vai receber um email ou SMS do município, com um voucher promocional, que deverá ser utilizado para levantar a refeição, no dia do Festival.

“Esta foi a forma que o município de Carrazeda de Ansiães encontrou para apoiar a restauração local, profundamente afetada pelo encerramento decorrente do confinamento geral e das limitações à atividade que persistiram sem exceção ao longo do ano que durou a pandemia”, conclui a autarquia.


Os interessados devem inscrever-se através do site www.cmca.pt ou do telefone 278 098 507

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.