Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

JJ pela Metade

O Conselho de Ministros do passado dia 11 de junho determinou vender os 61% da TAP ao consórcio Gateway, constituído por David Neeleman e pelo português Humberto Pedrosa, o dono da empresa Barraqueiro.

-PUB-

Ainda não serão do conhecimento público todos os detalhes do negócio, mas é já possível saber-se que o consórcio vencedor se compromete a pagar imediatamente 354 milhões de euros. Destes, 10 milhões entram diretamente nos cofres do Estado português e os restantes 344 milhões servirão para ajudar a capitalizar a TAP. Fica ainda definido contratualmente que a receita do Estado com esta privatização poderá ser melhorada, na medida em que a Gateway fica obrigada a pagar até um total de 140 milhões de euros, caso se conjuguem diversos fatores. Este acréscimo está dependente, por exemplo, do bom desempenho da empresa durante o corrente ano, o que poderá, desde já, estar comprometido devido aos recentes prejuízos

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.