Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Jorge Braz será homenageado em Chaves

A cerimónia, promovida pela CIMAT, surge no âmbito da rede de Embaixadores do Alto Tâmega. Jorge Braz será o primeiro a receber a distinção

Como já noticiado pela VTM, a região do Alto Tâmega vai passar a ter “embaixadores” que irão promover o território e o primeiro será Jorge Braz, selecionador nacional de futsal.

A este propósito, a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) irá organizar uma cerimónia em sua homenagem na próxima terça-feira (26), no Posto de Turismo do Alto Tâmega, em Chaves.

Em comunicado, a entidade fez saber que “o objetivo da rede de Embaixadores do Alto Tâmega é reconhecer o valor de cidadãos oriundos do território que, nas mais variadas áreas de atividade, têm tido um percurso de excelência, mantendo o orgulho nas suas origens e tendo como princípios a humildade e a capacidade de superação”.

Esta distinção “contribuirá, também, para o reforço do networking que em conjunto com muitas outras iniciativas levadas a cabo, têm aumentado o reconhecimento e o valor da marca “Alto Tâmega”.

De acordo com Ramiro Gonçalves, primeiro secretário executivo da CIMAT, “o que desejamos é reconhecer pessoas que estão ligadas ao território, que mantêm essa mesma ligação e essa assiduidade e que também nos ajudam a promover o mesmo”, frisou em declarações à Lusa.

Para o responsável, Jorge Braz, com raízes em Valpaços, tem as “características certas”, “persistência, superação, ambição e humildade” para ser o primeiro embaixador da região do Alto Tâmega.

A cerimónia está marcada para as 12h00 e contará com um momento musical a cargo da Academia de Artes de Chaves, seguida de um vídeo evocativo, culminando com a entrega da distinção pelo Presidente da CIMAT, Amílcar Almeida.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.