Terça-feira, 29 de Novembro de 2022

Luz verde para Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro

O Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro vai ser mesmo uma realidade. Foi hoje publicado um Diário da República (DR) a portaria que cria o Centro Académico Clínico, que ficará sediado na UTAD.

-PUB-

“Representam, atualmente, uma das formas de organização mais modernas e promissoras das estruturas integradas de assistência, ensino e investigação em saúde, apresentando como principal objetivo o avanço e aplicação do conhecimento e da evidência científica para a melhoria da saúde”, pode ler-se no DR.

Em comunicado, a UTAD revela que este “é um projeto que vai empenhar médicos, professores, investigadores e estudantes num objetivo comum: prestar melhores cuidados de saúde às populações da região Norte”, acrescentando que “será uma mudança do paradigma” na prestação de cuidados de saúde. “É um projeto verdadeiramente inovador, assente na filosofia ‘one health’ e que permitirá um maior avanço na aplicação do conhecimento e da evidência científica aos serviços e à prática clínica, contribuindo para a melhoria generalizada dos cuidados de saúde”, afirma o reitor Emídio Gomes.

Com a prescrição combinada de investigação, conhecimento e ensino, o Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro vai potenciar a criação e a aplicação do conhecimento científico na área da saúde, proporcionar formação pré e pós-graduada e, ainda, o treino dos profissionais.

O reitor disse ainda que, “ao inaugurar uma nova etapa do ensino e da investigação das ciências médicas no nosso país, o Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro vai ser a célula-mãe para uma futura formação médica graduada na UTAD”.

O Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro resulta do consórcio entre a UTAD, o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) e os agrupamentos de centros de saúde (ACES) do Alto Tâmega e Barroso, Douro I – Marão e Douro Norte e ainda do Douro II – Douro Sul, tendo sido formalizada a candidatura em dezembro último.

 

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.