Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021
©DR

Mais de mil condutores ‘apanhados’ a usar telemóvel durante condução

A campanha “Phone Off – A conduzir não uses o telemóvel” fiscalizou 73.544 veículos. Cerca de 1.200 condutores foram apanhados a conduzir com telemóvel.

-PUB-

Entre 23 de fevereiro e 1 de março decorreu a campanha “Phone Off – A conduzir não uses o telemóvel”, da responsabilidade da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Durante os sete dias, as forças de segurança registaram 16.177 infrações, das quais 1.164 são relativas ao uso do telemóvel durante a condução.

A GNR fiscalizou 41.751 veículos e registou 10.966 infrações, das quais 832 dizem respeito ao uso de telemóvel durante a condução.

Por sua vez, a PSP fiscalizou 35.487, dos quais 31.793 em território continental, e registou 5.876 infrações, das quais 5.211 no continente. Das infrações registadas, 365 dizem respeito ao ao uso do telemóvel durante a condução.

Segundo o balanço conjunto da GNR, PSP e ANSR, no período da campanha foram registados um total de 1.231 acidentes, dos quais resultaram três vítimas mortais, 29 feridos graves e 363 feridos ligeiros.

Ainda assim, comparando com os dados do período homólogo de 2020, registaram-se menos 1.344 acidentes, menos duas vítimas mortais, menos 17 feridos graves e menos 433 feridos leves.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.