Sábado, 16 de Outubro de 2021
© DR

Nova escola de música abre no Santuário de Nª Srª da Assunção

O Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Assunção de Vilas Boas, em Vila Flor, vai abrir uma Escola de Música no próximo sábado, sendo destinada a organistas paroquiais, bem como a curiosos de todas as idades.

-PUB-

A Escola de Música Nossa Senhora da Assunção (EMNSA), sediada num dos mais belos santuários marianos da Diocese de Bragança-Miranda, está a dar os primeiros passos e quer contribuir para a formação dos fiéis que, através da música, queiram servir a Igreja, em cada paróquia e unidade pastoral.

De acordo com o padre Delfim Gomes, reitor do Santuário, a EMNSA “oferece não só formação a organistas paroquiais que pretendam melhorar o acompanhamento de cânticos e hinos mas também a curiosos de todas as idades que queiram iniciar o seu percurso neste instrumento”.

No último trimestre de 2020, o Santuário adquiriu um órgão de tubos (datado de 1964) à Comunidade Evangélica de Neunkirchen, na Alemanha, tendo o concerto inaugural decorrido no passado mês de maio, com a interpretação da soprano Rosana Orsini e do organista Marco Brescia. 

Nesta fase inicial, a Escola de Música propõe quatro cursos (dois de organista litúrgico – nível I e II, um curso livre de instrumento e um curso livre de teoria). 

As aulas serão em regime presencial e terão lugar aos sábados (9h00 às 12h00 e das 14h00 às 19h00) e aos domingos (9h00 às 12h00). As disciplinas teóricas (formação musical e harmonia) contarão com uma sessão online de acompanhamento no fim de semana em que não decorrem as aulas presenciais.

“A escola está aberta para qualquer pessoa com vontade de aprender e desfrutar da música”, destaca o sacerdote.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.