Terça-feira, 15 de Junho de 2021
©DR

Prolongada situação de calamidade até 30 de maio

O Governo decidiu hoje prolongar a situação de calamidade em território continental para combater a epidemia de covid-19 até ao dia 30 de maio

-PUB-

Esta resolução, que renova a situação de calamidade e que se aplica ao território continental de Portugal, foi anunciada por Mariana Vieira da Silva no final da reunião do Conselho de Ministros.

A atual situação de calamidade entrou em vigor em 01 de maio e, se não fosse renovada, terminaria às 23:59 horas deste domingo.

De acordo com Mariana Vieira da Silva, esta decisão tem como base a incidência da covid-19 por concelho em 12 de maio.

“Quando olhamos para os níveis de incidência, comparando o início do processo de desconfinamento coma data mais recente, 12 de maio, assiste-se a um decréscimo muito significativo. Os níveis de incidência estão neste momento abaixo de 50 por cem mil habitantes a 14 dias, mais concretamente 48,7”, apontou a ministra de Estado e da Presidência.

Já em relação ao nível de transmissão (o Rt), Mariana Vieira da Silva referiu que era de 0,78 em 09 de março, subiu para 1 em alguns momentos, “mas é neste momento de 0,92”.

“Isto faz com que o país, olhando para a matriz de risco definida, se encontre claramente num nível verde com uma evolução muito favorável. Neste sentido, temos condições para prosseguir um conjunto de medidas já aprovadas”, acrescentou.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.