Terça-feira, 29 de Novembro de 2022

Reabilitação de taludes e jardins conclui investimento de mais de 90 mil euros

A reabilitação de taludes e zonas ajardinadas da zona de lazer de Mesão Frio concluiu um investimento total de 94.764 euros no Interface de Mobilidade Urbana Sustentável

-PUB-

Foi dada como concluída a obra de reabilitação dos taludes e jardins circundantes do Interface de Mobilidade Urbana Sustentável de Mesão Frio. A obra, no valor de mais de 90 mil euros, incidiu nos espaços verdes, de forma a melhorar as condições paisagísticas e de acesso, tornando o local numa zona mais atrativa e confortável para receber visitas.

A intervenção contemplou a criação de espaços verdes, com parque de estacionamento público, facilitando a visita e apelando ao aumento do número de turistas que passam a querer conhecer o espaço. Um sistema de rega foi também implementado junto às novas plantações, permitindo a sustentabilidade do solo.

Paulo Silva, presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, sublinha as intervenções realizadas na zona de lazer como uma forma de proporcionar melhores condições aos visitantes, dando um “tom de verde à zona”.

“Para além de o ornamentarmos, achamos importante embelezar o taludo e suster as terras. Optámos por fazer a colocação de plantas baixas e a arborização da zona, que é muito “despida” e sem sombra. Junto ao rio, aproveitamos os socalcos que antes eram vinhas e iremos, numa terceira fase, colocar mesas e bancos para as pessoas poderem descansar e apreciar a paisagem. Será numa zona de sombra e será bom para as pessoas poderem passar uma hora a ler um livro, por exemplo”, afirma o autarca.

O local, utilizado atualmente para estacionamento de autocarros, ambiciona ainda a visita de caravanas, apesar do espaço reduzido, tornando o local de livre acesso a todos os visitantes.

A obra encontra-se localizada junto à praia fluvial do rio Teixeira, um espaço “muito bonito e pouco conhecido”, segundo descreve Paulo Silva. “Quem nos visita fica encantado com este espaço, porque parece que estamos a entrar noutro mundo”, acrescenta.

Um espaço ampliado de lazer será um dos próximos investimentos da autarquia, que pretende promover atividades ao ar livre em parceria com o município “vizinho”, em redor da praia fluvial do concelho.

Toda essa zona é dedicada ao turismo. Temos uma parceria com Baião, o município que faz fronteira connosco, para fazermos uma obra de grande dimensão no rio Teixeira. Queremos colocar passadiços e zonas pedonais, desde a nascente do rio Teixeira até à foz do rio Douro”, revela Paulo Silva.

O novo Interface de Mobilidade Urbana Sustentável representa um investimento de 94.764 euros para o município, um valor cofinanciado em 85% (80.549 euros) pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) da União Europeia e pelo Programa Operacional Regional do Norte – NORTE 2020, integrado no Portugal 2020.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.