Quinta-feira, 16 de Setembro de 2021
@DR

Rotas turísticas gratuitas para conhecer Carrazeda de Ansiães nos fins-de-semana de agosto

4 Rotas gratuitas para explorar em Carrazeda de Ansiães nos 4 fins de semana de agosto.

-PUB-

O Castelo de Ansiães, o Moinho do vento, o Museu da Memória Rural, o Núcleo Museológico da Telha, o Centro Interpretativo do Vale do Tua, o Santuário da Sra. da Graça, as Antas de Zedes e Vilarinho da Castanheira, são alguns dos locais que pode visitar de forma gratuita e com o apoio de um guia, ao longo dos 4 fins de semana do mês de agosto, no município de Carrazeda de Ansiães.

A autarquia decidiu criar estes programas, que privilegiam locais de grande interesse paisagístico, patrimonial, histórico e cultural, como forma de atrair turistas ao concelho.

O transporte para realizar cada uma das rotas, bem como o guia que acompanha as visitas, são suportados pelo município.

A ideia é atrair pessoas para passarem o final de semana em Carrazeda de Ansiães, garantindo um programa atrativo num dos dias. As refeições não estão incluídas no pacote de oferta, porque a ideia é que os visitantes usufruam da restauração local.

E, cada rota há um número máximo de participantes, de 25 pessoas, que obrigatoriamente se devem inscrever (https://forms.gle/ENVACztmmxX2kAWG8 ou por telefone, 278098507 ou email lit@cmca.pt).

Esta medida de estimulo à atividade turística junta-se aos vouchers de desconto que o município continua a atribuir até setembro a quem se hospedar no alojamento do concelho. A dormida da segunda noite beneficia de um desconto de 20% (de acordo com o valor pago no alojamento), na terceira noite o desconto é de 30%. Estes Vouchers podem ser usados diretamente nas dormidas ou então aproveitados para descontar na restauração local.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.