Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2021
© Arquivo VTM

“Terra Natal e de Sonhos” conta com 300 mil euros de investimento

O evento “Bragança Terra Natal e de Sonhos” regressa este ano, depois de uma paragem forçada pela pandemia, com um investimento de 300 mil euros para animar a cidade transmontana durante mais de um mês

-PUB-

O município de Bragança é o promotor, em parceria com diversas entidades locais, nomeadamente ligadas ao comércio, que manifestaram hoje, na apresentação do programa, esperança de que a covid-19 permita, neste Natal, alguma dinâmica nos negócios.

Em meia dúzia de anos o “Terra Natal e de Sonhos” tornou-se num evento de referência de Bragança, com um número de visitantes três vezes superior à população do concelho, alguns dos quais da vizinha Espanha.

Os espanhóis representaram, na edição anterior, 44% dos turistas nesta época do ano e o município de Bragança aposta neste público, nomeadamente através da apresentação do evento nas localidades de Espanha mais próximas.

O centro histórico da cidade é o “epicentro” da animação entre 01 de dezembro e 06 de janeiro, nomeadamente uma pista de gelo com 300 metros quadrados, na praça Camões, por onde, na última edição de 2019, passaram mais de 24.500 patinadores.

No mesmo local encontram-se vários equipamentos de diversão para as crianças e tasquinhas que atraíram, em 2019, mais de 103 mil pessoas, como recordou hoje o autarca, Hernâni Dias.

O programa deste ano volta a ter os mesmos atrativos, como a casa do Pai Natal, o comboio infantil, o baloiço, a roda e o carrossel, assim como a árvore de Natal iluminada, ao lado, na Praça da Sé.

O município promete que “o espírito natalício não se vai sentir apenas no Centro Histórico”, com a iluminação de Natal a espalhar-se pela cidade e a realização de concertos de Natal com bandas locais, assim como espetáculos no Teatro Municipal de Bragança.

Mais uma vez, o evento terá desporto associado à solidariedade com instituições do concelho a beneficiarem das receitas de iniciativas como IV Trail Urbano Solidário e Caminhada, o Natal a Pedalar Solidário e o Desfile Solidário de Carros Clássicos.

O propósito é envolver toda a comunidade com o contributo da oferta de duas horas de estacionamento gratuito nos dois parques subterrâneos da cidade.

Num destes parques, o da avenida Sá Carneiro, decorrerá também, pela primeira vez, uma feira de vinhos de Trás-os-Montes organizada por um conjunto de produtores, como foi anunciado.

Estes são os planos da organização, se não houver nenhum constrangimento de maior devido à pandemia, como ressalvou o presidente da Câmara, que espera que “as coisas não se compliquem” em termos da situação sanitária.

Expectante está o comércio de Bragança, como salientou Maria João Rodrigues, presidente da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Bragança (ACISB), uma das parceiras do evento.

Segundo disse, “90 empresas já aderiram ao concurso de montras de Natal” e todas estão “à espera destas atividades todas” para contrariar as quebras “entre 30 a 50%” que acumulam desde as restrições da pandemia.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.